"Estudar Moda em NY" - Visto de estudante: Como trocar de visto nos EUA

Oi galere,

Hoje eu resolvi sentar com calma e escrever algumas coisas sobre a mudança de visto feita nos Estados Unidos. Pra quem não sabe, eu vim morar aqui em 2011 como au pair, e quando o programa terminou em 2013 eu decidi ficar aqui pra fazer faculdade. Logo no começo do meu primeiro ano aqui eu conheci algumas meninas que tinham feito a mesma coisa, e me inspiraram à correr atrás do sonho de estudar aqui. Foi muito difícil de entender como tudo funcionava, de achar informações sobre a faculdade e o visto, e por isso que eu decidi fazer essa playlist no meu canal pra dar uma ajuda pra quem está pensando em se aventurar em uma jornada parecida.

Eu decidi que eu queria ficar aqui quando eu estava no começo do meu segundo ano como au pair, então tive o tempo exato para tentar trocar de visto, mas não podia perder tempo já que o processo pode demorar 8 meses ou até mais.

Independente do visto que você tiver, seja ele de au pair ou turista, o primeiro passo pra quem quer trocar de visto pra fazer faculdade aqui é escolher a escola que você quer estudar e fazer a aplicação. É muito importante prestar atenção nas deadlines (data limite) para aplicar pra faculdade aqui. No BMCC, o community college que eu estudo, o Fall semester (que começa no final de agosto) a deadline é 1 de fevereiro, e para o Spring semester (que começa no final de janeiro) a deadline é 15 de setembro. Nós estudantes internacionais temos que aplicar bem cedo porque tem muuuuuita papelada para preparar. 
Ps: Eu achei e decidi que queria estudar no BMCC no dia 31 de janeiro! Apenas 1 dias antes da deadline! Tive que aplicar na hora super rápido. Foi bom porque eu não tive tempo de pensar muito e ficar com medo e acabar desistindo haha

Pesquise escolas na sua região, ou na região que você quer morar, e procure todas as informaçoes sobre estudantes internacionais relacionadas a sua escola. Eu simplesmente coloquei no google: BMCC international students e achei várias informaçōes. Para comparar os preços dos colleges eu sempre colocava no google o nome da escola e s palavra tuition e assim era direcionada à página do bursar office (setor financeiro) da faculdade. Lembrando que qualquer pessoa que tenha visto F-1 paga out-of-state tuition mesmo que já more no estado à mais de 1 ano. Estudante internacional é sempre out-of-state, sempre mais caro :( E como expliquei nesse outro post, aqui se paga por créditos. Pra quem ainda não entende como funciona, lê esse post que vai entender melhor.

Quando você aplica pra faculdade, você precisa comprovar que se formou no ensino médio. Então precisa entregar pra eles seu certificado ou histórico escolar, juntamente com as traduções juramentadas dos mesmos. Detalhe que pra fazer as traduções temos que pagar por página, então já guarda um dinheirinho pra isso. E pesquisa bem antes de fechar com alguma empresa. Eu lembro que a primeira vez que eu precisei desse tipo de tradução eu paguei $65 e aí depois acabei achando um outro lugar que fazia por $29! :( Tanto o processo de aplicar pra faculdade, quanto a tradução dos documentos são feitas online.

O outro documento exigido pela maioria das faculdades é o TOEFL. Eu sei que um monte de gente morre de medo desse exame, eu também tinha, mas vou confessar que ele não é um bixo de 7 cabeças. A minha dica é fazer o máximo de exercícios de treino online possíveis pra te deixar preparado pro teste. Eu tive um pouco de dificuldade porque eu estava indo devagar no começo, lendo tudo com muita atenção, e ai fiquei sem tempo de terminar as ultimas perguntas. Então acho legal vocês fazerem uns treinos que existem online que são iguais aos testes, com tempo cronometrado e tudo, pra você chegar no exame e arrasar. Algumas escolas não pedem o Toefl, mas pedem pra fazer um exame da própria faculdade. Resumindo, você vai ter que saber entender inglês muito bem para conseguir acompanhar a aula de qualquer forma, então não fica com medo do teste. Se prepara, estuda, e treina o máximo possível e vai que vai!

Depois que a faculdade recebe seu histórico escolar do ensino médio, e o resultado do Toefl, aí eles vão te aceitar ou não na faculdade. Lembrando que algumas faculdades são bem concorridas, então se não for aceito não quer dizer que você não seja bom o suficiente, mas que todas as vagas já foram preenchidas. Por isso que o quanto antes você aplicar pra faculdade, mais fácil será todo o seu processo.

E ai chega o dia mais feliz da vida quando a faculdade te manda um email (também mandam carta no correios que nem os filmes mas eu recebi meu email primeiro haha) falando que você foi aceito na faculdade. Nossa eu lembro até hoje o quanto eu estava ansiosa pra saber a resposta! Minha gastrite nervosa estava a milhão haha.

Mas felicidade de pobre dura pouco não é mexmo? Depois que eu fui aceita na faculdade, aí que o nervosismo aumentou. O processo da mudança de visto é tão burocrático que eu pensei em desistir umas 371628716 vezes. Logo que eu fui aprovada eu entrei em contato com o International Students Office, para começar a papelada do visto. Eu já meio que sabia tudo o que eu iria precisar (thank you internet) e já estava dando uma adiantada nas coisas para poder pegar o i-20 que é o formulário que precisa ser enviado para a imigração (igual ao DS pra quem é au pair). Porém a faculdade me pediu mais documentos do que eu achei que seria necessário.

No meu caso, os documentos dos sponsors foi o que me deu mais dor de cabeça. Pra quem não sabe, sponsor é meio que um "patrocinador" da sua faculdade. Como estudantes internacionais não são autorizados à trabalhar legalmente aqui, a gente precisa comprovar que temos, ou alguém da nossa família, ou até mesmo algum amigo, que tenha money suficiente para bancar você aqui. Eu tinha conversado com algumas meninas que tinham feito essa troca de visto, e em relação ao sponsor elas só precisaram levar uma carta do banco falando o quanto de money o sponsor tinha, o quanto tinha movimentado em 1 ano, e há quanto tempo tinha conta nesse banco. Mas no meu caso, eu precisei levar um rio de documentos. Eles me pediram os 3 últimos holerites, comprovantes de imposto de renda, comprovante de imóveis, comprovantes de investimentos, extrato bancário atual, extrato dos últimos 3 meses, e uma carta do gerente do banco. Tudo isso cópia do original e a tradução em inglês. Ah e eu estava quase esquecendo, eles também pediram para os meus sponsors escreverem uma carta meio que explicando a minha relação com eles, e o motivo de eles estarem patrocinando os meus estudos.

Cada faculdade meio que estipula um valor que eles consideram necessário parra sobreviver 1 ano estudando aqui. No BMCC o valor é atualmente $28.429,00. Muuuuita grana né?

Ainda bem que no BMCC é possível ter mais de 1 sponsor. Ou seja, eu pude juntar algumas pessoas que tinham uma grana no banco e aí somar o valor total. Se não fosse assim que não teria conseguido. E a minha sorte também é que quando eu fiz o processo o valor exigido era $22.000,00 e o dólar estava à R$1,80. Ufa!

A faculdade também pede outros documentos básicos como cópia do passaporte, visto, e etc. Mas esses são mais fáceis. 

Quando você levar todos os documentos ai sim pode pegar o i-20, eu preenchi o meu na faculdade mesmo junto com a coordenadora do International Students office.

Dentro do envelope pra mandar para a imigração você vai ter que colocar:

  • O i-20 devidamente preenchido;
  • Nós estudantes internacionais também temos que pagar a taxa sevis que custa $ $200 então temos que colocar o comprovante de pagamento da taxa no envelope;
  • Formulário i-539 que pede a troca do visto. Você encontra esse formulário aqui;
  • Cópia dos documentos de dados pessoais: passaporte, visto, i-94, etc;
  • Documentos do sponsor juntamente com a(s) carta(s) escrita por ele(s);
  • Carta escrita em inglês por você, explicando o motivo no qual você quer permanecer nos EUA para estudar aqui (pra quem precisar de um modelo, deixa seu email nos comentários que eu mando a minha como exemplo);
  • Enviar um cheque pessoal ou de uma ordem de pagamento no valor de $290 dirigida ao US DEPARTMENT OF HOMELAND SECURITY (Departamento de Segurança Interna dos EUA).

E aí quando você reunir toda essa papelada acima, é so enviar para: 

U.S. Postal Service:
USCIS
P.O. Box 660166
Dallas, TX 75266

Ps: Lembrando que o processo pode ser diferente para escolas de inglês, ou até mesmo outras faculdade. Esse processo acima foi tudo o que eu tive que fazer para entrar no Borough of Manhattan Community College (BMCC).

Se esforce o máximo para mandar o pedido da troca de visto o mais cedo possível. É obrigatorio que você mande o pedido antes que o seu status atual no país vença e você fique out-of-status. E ai a reposta demora em torno de 6/8 meses, e durante o tempo de espera você fica aqui legalmente.

E ai chegou o momento de rezar, orar, e esperar a resposta.

Na maioria dos casos, quando a extensão for negada eles pedem mais evidências então não é o fim do mundo. Você pode providenciar o que eles estiverem pedindo e tentar novamente. 

Como eu falei no vídeo, o lado negativo de trocar o visto aqui é que você vai receber um novo status, não um novo visto. Ou seja, você vai ter o seu i-20 pra comprovar que você tem o status de estudante aqui, mas não vai ter um visto novo no passaporte. Isso quer dizer que você não vai poder sair e entrar no país. Caso decida ir passear em qualquer outro país, vai ter que marcar uma entrevista no consulado no Brasil e fazer todo o processo lá para receber o visto. É um saco e pra mim não faz o menor sentido! Se ja temos o status, ja estamos estudando, pra que essa patifaria? Vai saber...só sei que com a imigração não se pode brincar.

Eu já ouvi histórias de várias meninas em um grupo do Facebook que estudaram aqui 1 ano com o status, foi pro Brasil, fez a entrevista lá e pegou o visto super tranquilo. Mas também sei de algumas que tiveram o visto negado e não puderam voltar pra terminar de estudar, e esses casos me deixaram com medo de tentar ir pro Brasil, por isso que estou aqui por 4 anos e meio direto.   

É bem ruim não poder ir pro Brasil e visitar sua família, por isso é importante pensar bem antes de fazer as suas escolhas. Pra mim essa foi a única opção e na época eu queria MUITO ficar aqui e não quis correr o risco de ter o visto negado no Brasil e ser obrigada a ficar lá. Mas cada um tem uma história diferente, então pensa bem no seu caso e pondere as opções para decidir a melhor escolha pra você.

Acho que esse é o post mais longo que já escrevi hahaha. Mas eu precisava fazer isso porque sei que existem muitas dúvidas em relação a troca de visto aqui, e eu espero poder ajudar alguém que esteja com essa idéia na cabeça.

Eu desejo do fundo do meu coração todo à força, paciência, e sabedoria pra vocês que sonham em estudar aqui. Não é fácil de jeito nenhum, mas não é impossível. Se eu consegui realizar esse sonho você também pode! Eu fiz todo o processo sozinha, busquei informação, corri atrás, juntei dinheiro (mesmo ganhando aquele salário mixuruca de au pair), achei lugar pra morar aqui, achei tudo o que eu precisava pra sobreviver aqui, e consequentemente estou vivendo meu sonho. Pensei em desistir inúmeras vezes, mas depois que você começa fica mais difícil de desistir sabe? E todo o sufoco só me deixou mais forte. Hoje quando tenho algum problema na faculdade, ou estou cansada pensando em desistir, lembro das noites que eu fiquei sem dormir preocupada com a resposta do visto, lembro da alegria que eu senti quando eu recebi a resposta de ter sido aceito, lembro de todo o trabalho que eu fiz pra conseguir esse visto e penso: Se eu consegui chegar até aqui, vou conseguir continuar indo mais além. Então, seja forte, tenha foco, e corra atrás dos seus sonhos incansavelmente, porque uma vida cheia de histórias pra contar só depende de você!

Beijos&boa sorte!

Dream on! 

Raquel Paiva

Brazilian fashion and lifestyle blogger based in NYC